Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Veneno de cobra no combate ao câncer


Por patricia.pieper 23/03/2011 - 04h20

Segundo os cientistas da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Puc, uma proteína extraída do veneno da cobra jararacuçu – uma das mais venenosas da fauna brasileira destrói células cancerosas de tumores do intestino e pode ajudar na cura contra vários tipos de câncer.

Em apenas uma picada, a serpente pode destilar até quatro milímetros de veneno ou mais. É uma das muitas espécies do centro de produção de pesquisa de imunobiológicos do Paraná.
Os estudos estão sendo desenvolvidos desde 2006 no laboratório da universidade.
De acordo com a pesquisadora da Puc do Paraná, o estudo vai ser de grande importância para combater o câncer futuramente.