Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

USP desenvolve fossa eficiente


Por marciobasso 25/08/2010 - 12h39

Uma fossa séptica de maior eficiência do que as convencionais e acessível às populações mais pobres foi desenvolvida pelo grupo de pesquisa do Laboratório de Modelos Físicos do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo (IG-USP), segundo informou a Agência Fapesp.
A novidade busca solucionar um problema da maioria das cidades brasileiras, que sofrem de contaminação por nitrogênio, particularmente de nitrato. Já as zonas rurais são contaminadas em razão do uso excessivo de fertilizantes e os solos urbanos recebem nitrogênio sobretudo de fossas sanitárias ou mesmo de redes de esgoto sem manutenção ou mal projetadas.
De acordo com o coordenador do projeto, professor Ricardo Hirata, “as fossas convencionais são bastante eficientes em degradar matéria orgânica infiltrada no solo, mas o seu rendimento é limitado para nutrientes, como o nitrogênio”.
O projeto foi bem-sucedido e a primeira camada eliminou 95% dos vírus e bactérias presentes. Já a barreira de serragem e areia degradou com eficiência 60% do nitrato encontrado, mas Hirata observou que o conhecimento alcançado no experimento permite melhorar esse número para 80%.
Fonte: Terra