Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Tratamento precoce reduz risco de morte de soropositivos


Por marciobasso 19/07/2010 - 02h06

O tratamento precoce com o coquetel antiviral reduz em 75% o risco de morte de pacientes com HIV. Também cai em 50% o diagnóstico de novos casos de tuberculose, doença que mais mata os soropositivos brasileiros.
A conclusão é de um estudo controlado inédito publicado no “New England Journal of Medicine”. No Brasil, 43% dos soropositivos iniciam a terapia tardiamente- quando a contagem das células de defesa do organismo (CD4) está muito baixa.
O nível de CD4 e o teste de carga viral (que mede quantidade de HIV no sangue) são os exames mais usados para decidir o início da terapia com os antirretrovirais, que inibem a reprodução do HIV.
O recente estudo, feito no Haiti, endossa o que outros trabalhos observacionais já tinham constatado: para reduzir as mortes, a terapia deve ser iniciada com o CD4 menor que 350 células por milímetro cúbico de sangue. Em abril, o Brasil passou a adotar esse critério, a exemplo do que fazem os países europeus.
Fonte: Folha Online