Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Suspeito de fornecer armas ao atirador de Realengo foi preso


Por Gabriela Frontini Ruela 14/04/2011 - 03h29

A Polícia Civil do Rio prendeu hoje um suspeito de ter vendido a Wellington Menezes de Oliveira, o revólver calibre 38 usado no massacre a escola municipal Tasso da Silveira, na região de Realengo. Segundo a polícia, Manuel Freitas Louvise, 57, foi colega de trabalho de Wellington.

A prisão dele aconteceu após a Justiça ter expedido um mandado de prisão pelo crime de comércio ilegal de arma de fogo. O chaveiro Charleston Souza de Lucena, 38, e o segurança desempregado Izaías de Souza, 48, já tinham sido presos sob suspeita de intermediarem a venda da outra arma usada por Wellington no massacre –um revólver calibre 32. Segundo a polícias eles confessaram e disseram que a arma era de um homem chamado Robson, que teria vendido a arma e cinco munições ao atirador.
(fonte: Folha online)