Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Redução de proteína animal melhora a saúde


Por marciobasso 24/08/2010 - 11h11

Reduzir pela metade a quantidade de proteína animal na dieta e incentivar a mudança de hábitos alimentares são a chave para melhorar o quadro clínico de pacientes diabéticos e com doenças renais crônicas.
É o que aponta estudo realizado pelo Centro Estadual de Tratamento de Doenças Renais do Hospital Regional do Vale do Paraíba, ligado à Secretaria de Estado da Saúde, em Taubaté.
Foram acompanhados 93 pacientes da unidade, dos quais 38 diabéticos, que receberam dieta hipoproteica personalizada, com base na avaliação nutricional de cada participante. Durante o estudo, a equipe multiprofissional da unidade observou que a alimentação irregular era uma das maiores responsáveis pela piora no quadro dos pacientes.
“Logo no início, pudemos perceber que a maioria dos pacientes já chegava com várias dúvidas e mitos. O nosso maior desafio era conseguir que eles aderissem a uma dieta diferente, principalmente o paciente diabético, que trazia, além das orientações do médico, as famosas e preocupantes receitas caseiras”, comenta a nutricionista responsável pela pesquisa, Monise Ávila.
A dieta proposta utilizou 50% de proteína animal, com alto valor biológico, e resultou na redução de 24% de eliminação de proteinúria (proteína pela urina), que no caso de um paciente diabético é responsável por agravar a doença.
Os resultados foram significativos. Além da redução da proteinúria, houve menor consumo de calorias, refletindo no emagrecimento dos pacientes, e de proteína vegetal (com baixo teor biológico), além de diminuição das taxas de açúcar no sangue e da hemoglobina glicada, que mede com precisão o controle do Diabetes.
Segundo Monise, o trabalho multiprofissional foi fundamental para a melhora dos tratamentos, já que grande parte dos pacientes têm dificuldade de manter uma alimentação saudável, e a equipe procurou conhecer a realidade de cada um deles e aproximou o máximo possível essa realidade a uma condição mais adequada de nutrição.
O Centro Estadual de Tratamento de Doenças Renais do Vale do Paraíba é um projeto-piloto da Secretaria que oferece atendimento avançado, de qualidade e humanizado aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde). Atualmente, 1,8 mil pacientes estão em tratamento na unidade, conseguindo retardar a evolução da doença e a necessidade de tratamento por hemodiálise.
Fonte: Secretaria de Saúde do Estado de SP