Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Presos serão monitorados com tornozeleiras eletrônicas


Por marciobasso 05/07/2010 - 03h26

O governo de São Paulo vai monitorar até 4 mil e 800 presos do regime semiaberto por meio de tornozeleiras eletrônicas. O contrato com o consórcio vencedor da licitação para a prestação do serviço deve ser assinado em 30 dias. Os cerca de 3 mil detentos que diariamente deixam as prisões para trabalhar serão vigiados por meio do equipamento.
Por enquanto, só nas cinco saídas anuais de presos para a visita de parentes a Secretaria da Administração Penitenciária pretende manter sob controle o número máximo de presidiários previsto.
O preço do novo esquema de segurança será de R$ 41 milhões, a serem gastos durante os 30 meses do contrato. São Paulo seria o primeiro estado a monitorar os detentos que saem diariamente das prisões. No dia 16 de junho, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que permite o monitoramento eletrônico dos presos que estão nos regimes semiaberto e aberto.
Com informações do G1