Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Passar de sedentário a ativo requer cuidados


Por marciobasso 17/08/2010 - 03h51

A prática de exercícios físicos diários é muito importante e traz benefícios como a manutenção da saúde muscular, óssea e dos níveis glicêmicos, além de elevar a auto-estima e diminuir o estresse acumulado. A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, por intermédio do programa Agita São Paulo, incentiva o acúmulo de 30 minutos de atividades físicas diárias, durante cinco dias da semana.
No entanto, para sair do sedentarismo e iniciar uma rotina de atividades físicas regulares são necessários alguns cuidados. Por isso, a pasta preparou algumas dicas para evitar problemas como dores pelo corpo no dia seguinte e distensões musculares.
Exercícios de alta intensidade, como corridas de longa distância ou o famoso futebol com os amigos, sem preparação prévia, podem levar a lesões musculares e ósseas. Por isso, o ideal é adaptar-se aos poucos, com atividades de intensidade leve ou moderada, e torná-las um hábito.
Para incorporar a atividade física no cotidiano não são necessárias grandes mudanças ou a aquisição de equipamentos caros. O importante é ter vontade, assumir o compromisso e mudar o comportamento.
“A pessoa deve ter em mente que praticar exercícios físicos regulares é benéfico para a vida inteira. Mudanças simples no cotidiano, como subir escadas e ir a pé ao mercado, podem fazer muita diferença”, afirma Timóteo Araújo, professor do Programa Agita São Paulo.
O professor alerta, ainda, para a preocupação excessiva das pessoas com a aparência do corpo. “Começar a praticar exercícios físicos de alta intensidade visando apenas o aumento de massa muscular ou a diminuição do peso não é o ideal, só aumentam as chances de lesões. A evolução da intensidade deve ser de forma gradual”, observa.
Dicas para iniciar rotina de exercícios físicos sem dores:
– Comece andando por pelo menos 30 minutos todos os dias de forma contínua ou acumulada;
– Acumular 3 mil passos com caminhada ao trabalho, ao refeitório ou à escola (pode-se usar um contador de passos para auxiliar), totalizando 10 mil passos ao final do dia;
– Fazer exercícios em sessões de 10 minutos a cada 4 horas, utilizando todos os períodos do dia;
– Praticar exercícios sempre de forma confortável, usando roupas leves;
– Procure cantar ou conversar durante os exercícios. Isso os deixa mais prazerosos.
Não copie ninguém. Mesmo que duas pessoas comecem a praticar exercícios juntas, há diferenças na capacidade de adaptação;
– Não ultrapassar os limites do corpo. Se sentir dores enquanto pratica o exercício ou no dia seguinte é sinal de exagero. Diminua a intensidade.
Fonte: Secretaria de Saúde do Estado de SP