Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Mais tempo de educação pode reduzir a pressão sanguínea


Por Gabriela Frontini Ruela 01/03/2011 - 03h26

Uma pesquisa americana sugere que mais tempo de educação pode reduzir a pressão sanguínea. A pressão alta, ou hipertensão, está ligada a problemas como ataques cardíacos, derrames e falência renal. O estudo publicado na revista especializada BMC Public Health mostra que a ligação entre educação e redução da pressão sanguínea é mais forte entre mulheres.

Níveis educacionais mais altos já eram relacionados a níveis menores de doenças cardíacas. Os pesquisadores sugerem que a pressão sanguínea pode ser a origem desta relação. O estudo analisou 30 anos de informações recolhidas de 3.890 pessoas, que estavam participando da experiência em um bairro de Massachusetts. Estas pessoas foram divididas em três grupos: baixa educação (12 anos ou menos), educação intermediária (entre 13 e 16 anos) e alto nível de educação (17 anos ou mais). Os pesquisadores calcularam então a média da pressão arterial sistólica do período de 30 anos.
(fonte: Terra)