Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Mais de 30% dos cartórios apresentam irregularidades


Por marciobasso 13/07/2010 - 01h26

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) encontrou irregularidades em mais de um terço dos cartórios do Brasil e determinou a saída dos seus titulares.
Segundo a decisão, publicada ontem no “Diário de Justiça Eletrônico”, os Tribunais de Justiça de todo o país deverão fazer, em até seis meses, concursos públicos para suprir as vagas.
Até lá, os atuais titulares poderão continuar nos cargos, mas seus rendimentos não podem ultrapassar 90% do teto do serviço público (R$ 26,7 mil –o equivalente ao salário de ministro do STF). Ainda cabe recurso ao Supremo, que deverá receber ações individuais de cada notário que se julgar injustiçado pela decisão do CNJ.
Fonte: Folha Online