Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Mais de 10 mil sírios fugiram do país, diz ONU


Por marciobasso 14/06/2011 - 11h01

A violência dos últimos meses na Síria fez mais de dez mil sírios fugirem da violência no país, em busca de refúgio na Turquia e no Líbano, afirmou nesta segunda-feira a encarregada das operações humanitárias da ONU, Valerie Amos.

Caminhão com doações da Turquia chega aos refugiados sírios que ainda não deixaram vilarejos ameaçados - Vadim Ghirda/Associated Press


A repressão brutal do ditador Bashar Assad às manifestações civis teria matado 1.200 pessoas.
“Faço um apelo ao governo [sírio] para que respeite e proteja os civis e se abstenha de empregar a força contra manifestantes pacíficos”, disse ela em uma declaração.
Segundo Amos, cerca de 5.000 sírios se refugiaram na Turquia e 5.000, no Líbano. A Turquia já teria instalado quatro campos de refugiados na fronteira.
“É importante que saibamos exatamente o que acontece na Síria pra que possamos fornecer o auxílio necessário. Espero que o governo autorize uma avaliação independente”, disse.
ENTENDA O CASO
Os protestos começaram na Síria em meados de março, depois da prisão de um grupo de adolescentes que escreveram frases contra o governo em um muro na cidade portuária de Latakia, no sul do país.
Em razão do receio que as forças de segurança endurecessem a repressão à população em resposta à morte de 120 policiais e agentes de segurança em Jisr al-Shughur, cresceu a pressão diplomática sobre o governo sírio.
O regime acusa “grupos armados” da emboscada após manifestações na cidade, em 6 de junho – a invasão militar seria uma forma de retaliação pelas mortes.
Fonte: Folha Online