Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Faltam especialistas em geriatria e gerontologia


Por marciobasso 30/07/2010 - 10h59

O atendimento à população idosa é gravemente prejudicado pela falta de profissionais especializados em geriatria e gerontologia. Sem os cuidados devidos, o risco de uma avaliação de saúde incompleta é maior.
Dos 20 milhões de idosos brasileiros, cerca de 25% têm a saúde fragilizada por problemas físicos ou cognitivos (5 milhões no total). Segundo João Carlos Barbosa Machado, presidente do XVII Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia, que acontece entre 28 e 31 de julho, em Belo Horizonte (MG), “o ideal seria ter um geriatra para cada grupo de 563 idosos.
Mas faltam no país cerca de 8.800 profissionais”. No Brasil, a população com idade igual ou superior a 65 anos representa 6,67% da população total do país, número que deve dobrar até 2050.
Fonte: Último Segundo