Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Energia elétrica sofre aumento de preço


Por Gabriela Frontini Ruela 01/02/2011 - 03h12

A Agência Nacional de Energia Elétrica anunciou hoje reajustes nas tarifas de distribuição de energia elétrica de cinco empresas do interior paulista, todas controladas pela CPFL Energia. Os maiores reajustes, que passam a valer a partir do dia 3 de fevereiro, foram na Companhia Paulista de Energia Elétrica (CPFL Leste Paulista), que atende 51 mil clientes. Para os consumidores de baixa tensão (residenciais), o aumento será de 16,03%, enquanto para alta tensão (indústrias) será de 17,3%. Na Companhia Luz e Força Santa Cruz (CPFL Santa Cruz), que atende 180 mil clientes, a alta será de 13,48% para os clientes residenciais e de 19,26% para os industriais. Para a Companhia Luz e Força de Mococa (CPFL Mococa), com 40,4 mil clientes, os reajustes para baixa e alta tensão serão de, respectivamente, 9,95 e 9,37%. A concessionária atende 32 mil clientes. Na Companhia Jaguari de Energia Elétrica (CPFL Jaguari), com 32 mil unidades consumidoras, o reajuste será de 6,93% para baixa tensão e de 6,45% para alta tensão. Já na Companhia Sul Paulista de Energia Elétrica (CPFL Sul Paulista), com 72 mil clientes, os reajustes serão de 6,7% para residências e de 7,89% oara indústrias.
(fonte: UOL)