Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Cinzas do vulcão chileno chegam ao Brasil e cancelam 30 voos


Por marciobasso 10/06/2011 - 08h13

As cinzas do vulcão chileno Puyehue chegaram ao sul do país e obrigaram as companhias aéreas a suspender operações no aeroporto do Rio Grande do Sul.
O fechamento do espaço aéreo nos países do cone sul também cancelou ao menos 36 voos internacionais do Brasil para Buenos Aires (Argentina), Montevidéu e Punta Del Este (Uruguai), Lima (Peru) e Santiago (Chile). Na Argentina, os dois aeroportos de Buenos Aires foram fechados: Ezeiza, na região metropolitana, e Aeroparque, na zona central.
A nuvem de cinza vulcânica chegou hoje a Bagé (RS) de acordo com a FAB (Força Aérea Brasileira) e causou o fechamento do aeroporto local. Segundo o CGNA (Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea), a nuvem deve chegar a Porto Alegre no final da noite se forem mantidas as condições atmosféricas e meteorológicas na região.
Por conta disso, as companhias aéreas TAM, Gol e Azul anunciaram nesta noite o cancelamento das viagens para os aeroportos gaúchos.
A Gol também optou por suspender temporariamente as operações nos aeroportos de Florianópolis, Chapecó e Navegantes, em Santa Catarina, a partir das 4h da sexta-feira (10). Por isso, quatro voos foram antecipados.
Veja abaixo os voos que foram cancelados no aeroporto de Cumbica (Grande SP):
Internacionais (22):
Gol: voo 7678, para Buenos Aires, das 8h
LAN: voo 2764, para Lima, das 8h25
TAM: voo 8000, para Buenos Aires, das 8h35
Pluna: voo 0231, para Montevidéu, das 9h
TAM: voo 8046, para Montevidéu, das 9h25
LAN: voo 4541, para Buenos Aires, das 10h
TAM: voo 8010, para Buenos Aires, das 10h40
Aerolíneas Argentinas: voo 1241, para Buenos Aires, das 10h45
Gol: voo 7676, para Buenos Aires, das 12h15
Gol: voo 9110, para Punta Del Este, das 12h40
TAM: voo 8018, para Buenos Aires, das 14h20
Aerolíneas Argentinas: voo 01221, Buenos Aires, das 15h25
Pluna: voo 00225, para Montevidéu, das 15h30
Aerolíneas Argentinas: voo 01223, para Buenos Aires, das 17h30
Qatar: voo 00921, para Buenos Aires, das 17h40
Gol: voo 07680, para Buenos Aires, das 18h25
Lan Argentina: voo 04545, para Buenos Aires, das 18h45
TAM: voo 08044, para Montevidéu, das 20h25
Aerolíneas Argentinas: voo 01277, para Buenos Aires, das 20h40
Pluna: voo 00237, para Montevidéu, das 22h30
TAM: voo 08006, para Buenos Aires, das 22h45
Aerolíneas Argentinas: voo 01225, para Buenos Aires, das 23h30
Para Porto Alegre (3):
TAM: voo 03849, para Porto Alegre, das 19h35
Webjet: voo 06733, para Porto Alegre, das 19h50
TAM: voo 03295, para Porto Alegre, das 22h15
No Galeão (Rio de Janeiro) foram cancelados os voos:
Internacionais (14):
Gol: voo 7652, para Buenos Aires, das 7h56
Pluna: voo 0233, para Montevidéu, das 8h05
TAM: voo 8012, para Buenos Aires, das 9h32
Aerolíneas Argentinas: voo 1297, para Buenos Aires, das 9h41
Aerolíneas Argentinas: voo 1251, para Buenos Aires, das 10h36
LAN: voo 0751, para Santiago, das 14h35
Pluna: voo 0223, para Montevidéu, das 15h30
LAN: voo 0773, para Santiago, das 18h27
Pluna: voo 00223, para Montevidéu, das 15h30
Gol: voo 07654, para Buenos Aires, das 15h49
Aerolíneas Argentinas: voo 01257, para Buenos Aires, das 20h15
Pluna: voo 00237, para Montevidéu, das 22h30
TAM: voo 08006, para Buenos Aires, das 22h45
Aerolíneas Argentinas: voo 01225, para Buenos Aires, das 23h30
Para Porto Alegre (4)
Gol: voo 01960, para Porto Alegre, das 17h30
Webjet: voo 06720, para Porto Alegre, das 20h42
TAM: voo 03197, para Porto Alegre, das 22h28
TAM: voo 03295, para Porto Alegre, das 22h15
CINZAS
Anteontem, por causa das mesmas cinzas vulcânicas, os dois aeroportos de Buenos Aires ficaram fechados durante quase todo o dia, causando o cancelamento de voos entre Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile. Os voos atrasados foram retomados ontem.
Na terça-feira, a presença das nuvens com cinzas vulcânicas na capital era quase imperceptível. Hoje a cidade amanheceu coberta pelas cinzas, que parecem a areia de praia.
O vulcão Puyehue, no sul do Chile, entrou em erupção no sábado, a maior desde 1960. As cinzas são consequências do fenômeno, e elas afetaram várias cidades da Patagônia, como a turística Bariloche. Só ontem a cidade regularizou o abastecimento de energia. Ela ainda está inundada pelas cinzas.
O espaço aéreo do sul da Argentina ainda está fechado. O SMN (Serviço Meteorológico Nacional) alertou que fortes ventos devem atingir a região hoje, causando a perda de visibilidade, pois há muita cinza vulcânica acumulada na região.
Cinco dias depois da erupção, o Puyehue ainda está ativo. Ele é monitorado pelo Serviço Nacional de Geologia e Mineração, do Chile. Segundo o órgão, a “atividade sísmica” do vulcão vem diminuindo diariamente. Ontem foram registrados pequenos tremores e explosões. Mas o vulcão, segundo comunicado do serviço, ainda continua a expelir cinzas.
Fonte: Folha de S.Paulo