Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Chuva já deixa mais de 50 cidades mineiras em estado de emergência


Por marciobasso 03/01/2012 - 10h43

As chuvas que atingem o Estado de Minas Gerais já deixaram 53 cidades em situação de emergência, desde outubro, de acordo com a Defesa Civil. No total, seis pessoas morreram.
A última vítima das chuvas foi confirmada hoje pelo órgão. Um homem ainda não identificado foi levado pela enxurrada em Guidoval, na zona da mata mineira. A cidade foi a última a entrar em situação de emergência.
Ainda nesta terça-feira o taxista Juliano Alves, 28, foi soterrado em Ouro Preto, depois que um deslizamento de terra causou o desmoronamento da rodoviária da cidade. Ainda há suspeita de que uma segunda vítima esteja soterrada.
As buscas no local foram interrompidas na noite de hoje, devido ao retorno das chuvas e riscos de novos deslizamentos no local.
Na segunda-feira (2) foram registradas mais duas mortes em decorrência das chuvas. As duas vítimas são Janilson Aparecido de Moraes, 40, atingido por um desabamento de prédio em Belo Horizonte, e Maria de Lourdes Estevão Rocha, 78, atingida por deslizamento em Visconde de Rio Branco.
Outra vítima foi Poliane Alves de Oliveira, 27, que morreu após ser arrastada por um rio em Governador Valadares, no dia 19 de novembro.
Em 28 de outubro, o motociclista Admardo Pereira, 43, morreu na cidade de Reduto, quando foi atingido por um eucalipto durante uma tempestade.
SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA
A Defesa Civil acatou nesta terça-feira o decreto de situação de emergência da cidade de Guidoval. Com isso subiu para 53 o número de municípios mineiros nesta situação, inclusive a capital do Estado, Belo Horizonte.
A situação de emergência é decretada pela prefeitura e caracteriza uma situação anormal, provocada por desastres, que causou prejuízos superáveis pela comunidade afetada. Quando homologada, há liberação mais rápida de recursos para obras emergenciais.
Outras diversas cidades também registraram inundações, danos em pontes e vias, além de falta de energia, como em Cipotânea, Moeda, Santana do Jacaré, Matipó, entre outros.
Fonte: www.folha.com.br

Corpo de Bombeiros e Defesa Civil trabalham na busca por soterrados na rodoviária de Ouro Preto (MG) - Eduardo Tropia/Ouropress/Folhapress