Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Casal adota prática sustentável em casamento em Hortolândia


Por marciobasso 28/03/2011 - 11h02

Um casamento realizado ontem, em Hortolândia, possivelmente deve se configurar como uma das cerimônias de união mais ecologicamente responsável realizadas no País. Tratou-se do elance da bióloga Josânia Abreu Gondim e do empresário Carmo Rosa de Oliveira, que são da Igreja Adventista do Sétimo Dia.
A roupa do noivo foi feita toda em filtro de café e o detalhe no cravo do paletó, de retalhos. O vestido da noiva foi confeccionado com material orgânico (como folhagens, por exemplo), PVC, papel e retalhos de poliéster.
No local, uma recepcionista do Café Canecão, um dos parceiros do evento, usou um vestido totalmente feito com embalagens de café da empresa. A cerimônia, com 595 convidados esperados, contou com 50 parceiros envolvidos para que tudo fosse sustentável. “Esse é o dia mais feliz das nossas vidas”, disse Josânia.
LUTANDO PELA CAUSA
Os noivos, que namoram há dez anos, atuam há 15 anos com projetos ambientais. De acordo com a noiva, a ideia do casal era a de realizar um casamento sustentável com preparativos de baixo custo a partir de materiais reciclados.
“Levamos nove meses para prepararmos tudo”, contou. Ela contou que as alianças foram feitas com metal, material orgânico (chifre e osso) e pedras brasileiras, como esmeralda e ametista. “Valorizamos o nosso País”.
Para não poluir o ambiente, a noiva chegou em um carro elétrico. O cardápio foi composto por alimentação saudável, com opção de comida vegetariana.
A lua de mel terá um destino diferente. Os noivos vão passar alguns dias na região amazônica, conhecendo um pouco do costumes tradicionais de seu povo.
Outra prática sustentável foi a neutralização do dióxido de carbono (CO2) gerado na cerimônia, através da doação e plantio de mudas.
A noiva destacou que a ideia é mostrar que é possível realizar práticas sustentáveis, inclusive em eventos como um casamento.
Todo Dia – Campinas/SP