Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Buscas por vítima de deslizamento em Ouro Preto continuam


Por marciobasso 03/01/2012 - 05h08

A Polícia Militar informou que continuam na tarde desta terça-feira os trabalhos de resgate do corpo do taxista morto após um deslizamento de terra na rodoviária da cidade durante a madrugada.
O acesso ao veículo do taxista é dificultado pelo volume de terra e riscos de novos desabamentos, segundo o Corpo de Bombeiros. Na tarde desta terça, o sol apareceu na cidade, o que ajuda os trabalhos de busca e resgate.
Ainda segundo a PM, há a suspeita de que um segundo taxista tenha sido soterrado, mas a informação ainda não foi confirmada. O acesso a este segundo veículo também é difícil e só deve acontecer após o resgate da primeira vítima, de acordo com a polícia.
ESTADO
As chuvas dos últimos dias fizeram com que o número de cidades em situação de emergência subisse para 52. Os últimos decretos confirmados pela Defesa Civil são das cidades de São João Evangelista, Itabirito, Brumadinho, Cipotânea, Raul Soares, Congonhas e Guiricema. Esses decretos foram acatados ontem (2).
A situação de emergência é decretada pela prefeitura e caracteriza uma situação anormal, provocada por desastres, que causou prejuízos superáveis pela comunidade afetada. Quando homologada, há liberação mais rápida de recursos para obras emergenciais.
Também na segunda-feira foram registradas mais duas mortes em decorrência das chuvas, elevando para quatro o total de óbitos desde outubro. As duas últimas vítimas são Janilson Aparecido de Moraes, 40, atingido por um desabamento de prédio, e Maria de Lourdes Estevão Rocha, 78, atingida por delizamento.
Outras diversas cidades também registraram inundações, danos em pontes e vias, além de falta de energia, como em Cipotânea, Moeda, Santana do Jacaré, Matipó, entre outros.
RIO DE JANEIRO
O município de Nova Friburgo, na região serrana do Rio de Janeiro, saiu do estado de alerta, o segundo mais grave em uma escala de quatro, e retornou na noite de ontem ao estágio de atenção, o terceiro nível, após a redução das chuvas.
A terça-feira amanheceu com céu encoberto na região e, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), pode chover ao longo do dia.
O Ministério Público do Estado do Rio divulgou nota reforçando a orientação a população do município para que atenda de imediato às solicitações feitas pelo sistema de alarme e deixe suas residências em direção aos pontos de segurança previamente estabelecidos assim que ouvir o aviso sonoro, os alertas em carros de som ou receber o aviso por mensagem de texto no celular, para garantir a sua segurança.
De acordo com a Defesa Civil municipal, pelo menos 150 pessoas deixaram suas casas na madrugada de segunda-feira por conta dos riscos de deslizamentos e inundações e procuram abrigo nos pontos de apoio montados pela prefeitura.
O deslizamento de terra que atingiu a rodoviária de Ouro Preto aconteceu por volta das 3h. Parte da laje do local desabou com o impacto, atingido os táxis. Também foram danificados pelo deslizamento casas e um posto de gasolina. Não há outros registros de vítimas.
Foram registrados ainda outros oito pontos de deslizamentos de terra na cidade. Um deles bloqueou a rodovia que dá acesso a Belo Horizonte e a outra liga Ouro Preto a Ouro Branco (MG).

Árvore cai sobre carros em estacionamento do Hospital Madre Tereza em BH; sobe nº de cidades em emergência - Maurício de Souza/Jornal Hoje Em Dia/Folhapress