Rede Novo Tempo de Comunicação

Tempo de Refletir

Notícia que transforma a vida

Tempo de Refletir


Por Rádio NT 02/08/2022 - 03h30
00:00
00:00
Volume
Velocidade

Romanos 12:1 (NVI) – Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.

Um rapaz se queixou do seu pastor, dizendo: “Ele prega muita doutrina!” Mas deixou de levar em consideração que aquilo em que cremos afeta a maneira como vivemos. Seu comentário vai contra o uso que Paulo faz da palavra “portanto” no texto bíblico de hoje.

Depois de apresentar doutrina pesada por onze capítulos, Paulo emprega a poderosa palavra “portanto” para introduzir a seção prática de sua carta aos romanos. Por onze capítulos, Paulo arrazoa acerca de doutrinas complexas, como expiação, reconciliação, justificação, santificação e predestinação. Agora, no capítulo 12, ele passa para a aplicação diária dessas doutrinas. “Portanto”, por causa daquilo que vocês creem acerca desses ensinos, aqui está a maneira como devem viver, como devem agir e reagir em relação uns com os outros. Então Paulo oferece uma dose difícil de engolir. Os cristãos devem ser “pacientes na tribulação”, abençoar “aqueles que os perseguem”, “dispostos a associar-se a pessoas de posição inferior” e muito mais (Rm 12:2-16, NVI).

Para mim, como é possível viver desse jeito? “Pela graça que me foi dada” e “de acordo com a medida da fé que Deus” me concedeu (verso 3). Viver uma vida assim não é proeza sua, mas de Deus. Ele nos dá a fé e o poder para vivê-la! Essa é a boa notícia acerca de Jesus que Paulo proclama nos capítulos 1 a 11.

Ele começa dizendo que o evangelho “é o poder de Deus” para “todo aquele que crê” através do dom divino da fé (Rm. 1:16). A fé é minha resposta à atividade de Deus para salvar-me. Aquilo que Deus faz inclui a expiação (Jesus morreu para me salvar), a reconciliação (Ele me aceita incondicionalmente), a justificação (Ele perdoa meus pecados e me declara justo), a santificação (Ele procura constantemente tornar-me santo como Ele é), e a predestinação (Ele Se propôs a me salvar). Nossa parte é responder a essa graça impressionante através da fé. Não é de surpreender que Paulo encerre seu longo discurso sobre doutrinas exclamando triunfalmente: “Somos mais que vencedores, por meio dAquele que nos amou” (Rm 8:37, NVI).

Reflita sobre isso no dia de hoje e ore comigo agora:

Ajuda-nos, Pai, a compreendermos e aceitarmos o maravilhoso plano de salvação ofertado a nós, seres humanos. Em nome de Jesus, amém!