Rede Novo Tempo de Comunicação

Reavivados por Sua Palavra – Rádio

Salmo 87

Reavivados por Sua Palavra


Por Rádio NT 29/04/2020 - 02h30
00:00
00:00
Volume
Velocidade

Você sabe por que é que Deus quer insistir sempre em continuar Reavivando e Reformando a sua vida initerruptamente? É porque Ele tem sonho muito maiores do que isso pra você, e ir Reavivando e Reformando a sua vida é nada mais do que ir preparando-a para essa plenitude que o Senhor tem preparada para você. Permita-me ilustrar. Eu gosto muito daquela música cantada por Suzanne Jennings, David Phelps e Guy Penrod, onde eles descrevem uma festa que Deus ta preparando pra você. Aliás, ela não é uma música boa, ela é uma música ótima.

A primeira vez que eu ouvi essa música, com o David Phelps cantando naquele musical ao vivo, o Legacy of Love, eu me apaixonei pela música. Porque ela é uma música que fala de festa, e a letra, a melodia, a istrumentalizacao dela, tudo, só fazem você imaginar festa, mais nada. Mas festa porque, né? Por chegar a Jerusalém, no caso a Jerusalém celestial, e por poder caminhar por suas ruas de ouro! Amigo ouvinte, se imagine só na seguinte cena: A principio, parece que é um dia comum no Céu, descendo e olhando por aí, nas Ruas de ouro.

Você pode ouvir o barulho dos anjos tocando cordas e batendo as asas, e ver também os salvos do tempo do Velho Testamento… Então, repentinamente, Deus quebra o silencio com um sorriso e começa a cantar: Veja, Olha só, Meu filho está vindo pra casa! Abram! Escancarem os portões de Perolas do Céu. Construam mais uma mansão ao lado da minha. Todo mundo dance, e grite de alegria ao redor do trono. Arrume mais um lugar na mesa. Toque a buzina alto e forte, agora. Aleluia, Meu filho está vindo pra casa! É a letra da música.

É a realidade para a qual você deverá entrar depois de passar uma vida inteira Reavivando e Reformando o seu caráter aqui. Daí você vai entrar pra lá. Pra onde?  Para Jerusalém, o lugar da festa do Salmo 87. Leia-o, hoje em clima de festa, entre nessa vibe, e não saia dela nunca mais, pela eternidade, tá ok? Um abraço, Pr. Valdeci Jr.