Rede Novo Tempo de Comunicação

Reavivados por Sua Palavra – Rádio

Salmo 62

Reavivados por Sua Palavra


Por Rádio NT 04/04/2020 - 07h10
00:00
00:00
Volume
Velocidade

Você está sem saber como fazer a sua devoção pessoal, o seu culto familiar ou um encontro de adoração com mais pessoas? Vou te dar uma dica. Começando pelo salmo sessenta e dois, a gente pode abrir a programação de um momento de comunhão, de forma bem alegre, anunciando, através da leitura do salmo mesmo, anunciando a salvação e também a esperança, firmadas na nossa rocha, que naturalmente é Cristo, né?

Então, o salmo sessenta e dois pode servir assim como a introdução de um momento particular com Deus, de um culto familiar ou de um serviço litúrgico mais coletivo. Tá anotando?

Deixa eu ler um resumo desse Salmo aqui pra você / A minha alma descansa somente em Deus; Somente ele é a rocha que me salva; Confiem nele em todos os momentos, ó povo; derramem diante dele o coração, pois ele é o nosso refúgio. Não confiem na extorsão, nem ponham a esperança em bens roubados; se as suas riquezas aumentam, não ponham nelas o coração. Uma vez Deus falou, duas vezes eu ouvi, que o poder pertence a Deus. Contigo também, Senhor, está a fidelidade. É certo que retribuirás a cada um conforme o seu procedimento. / Anota aí, hein?

E, explicando, a estrutura do salmo sessenta e dois, ela é assim: nos primeiros sete versos você tem uma declaração de confiança no Senhor, mesmo entre grandes perigos, visto que a verdadeira paz só pode ser encontrada em Deus, né. Por quê?

Por causa do que pode ser viso no verso oito, do salmo sessenta e dois, que é o fato de Deus garante a proteção para os seus fiéis. Ele é misericórdia. Mas também é justiça. Então, os versos onze e doze também deixam claro que Ele, o Senhor, também dá a retribuição para cada pessoa de acordo com o bem ou com o mal que cada pessoa tiver cometido.

Bonito é poder encontrar aqui também, no Salmo sessenta e dois, em pleno Velho Testamento, a graça. Não perca a oportunidade de ler esse salmo, e compartilhar o que aprendeu com outras pessoas, ok?