Rede Novo Tempo de Comunicação

Reavivados por Sua Palavra – Rádio

Salmo 46

Reavivados por Sua Palavra


Por Rádio NT 19/03/2020 - 02h07
00:00
00:00
Volume
Velocidade

Eu decorei o Salmo 46 quando eu era um moleque de 12 pra 13 anos, quando participava de um clube de pré-adolescentes desbravadores, lá no estado do Tocantins. Eita, saudade daquele tempo viu. Nos reuníamos aos domingos, jogávamos vôlei, aprendíamos artes manuais, brincávamos e tínhamos que decorar uns trechos da Bíblia.

Eu acho que os líderes faziam aquilo com a gente pra acalmar os ânimos nossos. Porque a gente tinha muita energia, viu. E a gente, moleque, né. Não gostava de jeito nenhum, de ter que ficar concentrado, tentando decorar. E o pior é que depois que eu cresci, e me tornei diretor daquele clube de desbravadores eu fazia a mesma coisa com a garotada.

A gente era difícil, viu. Mas o nome que nós escolhemos pro nosso clube foi bem bonito: Guerreiros da Fé. É interessante, como os juvenis têm o coraçãozinho aberto pra Deus! É o público alvo mais receptivo ao evangelho. Apesar de não parecer, né?

Porque a garotada tem um ânimo, corre, apronta, faz arte… Mas quando os seus meninos e as suas meninas estiverem dando trabalho pra valer, pegue esses moleques, e desafie eles pra estudar a bíblia, aprender histórias da bíblia, decorar trechos e fazer concursos da bíblia, pra você ver só uma coisa. Principalmente se você os motivar com alguma promessa.

Agora, como devemos ser como crianças para entrarmos no reino dos céus, eu estou aqui hoje para desafiá-lo a não somente ler hoje o Salmo 46, mas também a decorá-lo. Sabe porquê? Em minha vida de adulto, quando passo por algum apuro, muitas vezes, eu recito o salmo 46, e isso me fortalece a fé em Deus, pra eu vencer aquela dificuldade. Me entende?

Se você decorar esse salmo, isso vai ser muito útil para você, quando estiver diante de um grande desafio, recitá-lo, e assim, com  sua fé fortalecida em Deus por causa disso, vencer a dificuldade, no nome do nosso Senhor Jesus, amém? Então tá: Salmo 46, na cabeça e no coração, e até amanhã, se Deus quiser.