Rede Novo Tempo de Comunicação

legenda

Rede Novo Tempo de Comunicação

Fumaça detectada no reator 2 da usina de Fukushima


Por marciobasso 21/03/2011 - 03h34

A Agência de Segurança Nuclear do Japão informou nesta segunda-feira (21) que fumaça foi detectada também no reator 2 da usina nuclear de Fukushima, severamente afetada pelo terremoto e pelo tsunami do último dia 11.
 A revelação foi feita depois de uma coluna de fumaça ter sido vista no reator 3 da usina. De acordo com as autoridades, o problema no prédio 3 já foi resolvido. Segundo o organismo, a fumaça agora sai da parte posterior do edifício onde se encontra o reator 2. A origem do fenômeno ainda é desconhecida.
O governo japonês assegurou nesta segunda-feira que, apesar da fumaça no reator 3, a radiação em torno da central de Fukushima não aumentou. 
O ministro porta-voz, Yukio Edano, explicou que a origem da fumaça acinzentada vista às 15h55 do horário local (3h55 de Brasília) na unidade 3 ainda está sendo investigada. O oficial insistiu que as medições não mostram aumento significativo da radiação desde essa hora.
Anteriormente, um porta-voz da empresa Tepco, operadora da central, havia assinalado que também não há mudanças na pressão do reator, embora por segurança tenha sido determinada a retirada dos trabalhadores nessa área da usina.
Fonte: R7, EFE